Avançar para o conteúdo

Portugal não tem dinheiro para pagar a ajuda às empresas

Portugal, que se encontra em confinamento por cerca de 7 dias e por um período mínimo de 1 mês. Na altura em que o Governo anunciou as medidas de confinamento, o Ministro da Economia anunciou que estavam a ser tomadas várias medidas de apoio às empresas que tiveram de encerrar devido ao confinamento, com a ressalva de que os cofres do Estado estão vazios.

Portugal não tem dinheiro para pagar a ajuda às empresas

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) defendeu, esta quinta-feira, que o país não tem os meios capacidade financeira para indemnizar as empresas para perdas causadas pelo confinamento.

Rafael Campos Pereira, vice-presidente da CIP, admite que, dado o estado atual da pandemia, são necessárias medidas para reduzir o risco de contágio. Para isso, a CIP defende a adoção de medidas de contenção "mais racionais" em vez de "extremas", bem como o reforço do rastreio, da vacinação e do isolamento dos casos positivos.

Segundo Rafael Campos Pereira, "é difícil acreditar que os transportes públicos não estejam na origem dos contágios 87% que não sabemos de onde provêm". A CIP lembrou ainda que, desde abril, tem proposto a adoção de medidas de capitalização das empresas, bem como injecções de capital, sugestões que, segundo a Confederação, só foram tidas em conta este mês.

Assim, o Governo anunciou hoje a criação de uma linha de crédito em que 20 % do montante emprestado pode ser convertido em subvenções a fundo perdido para as empresas". Para o CIP, as condições destes empréstimos parecem "menos favoráveis", embora note que não se sabe se existem condicionalismos à conversão dos montantes em subvenções.

VAP Consulting

Os nossos consultores estão à sua disposição

Olá e bem-vindo à VAP Consulting. A nossa equipa terá todo o gosto em responder a quaisquer questões que possa ter.

Alimentado por WpChatPlugins
pt_PT