Avançar para o conteúdo

O que pode não saber sobre Portugal

Portugal-França na final do Euro 2016: foi um encontro inédito, que quase ninguém esperava, disputado no Stade de France, no domingo. E foi ganho por Portugal (1-0). Dois países que mantêm relações estreitas há décadas e que se tornaram ainda mais fortes nos últimos tempos. Analisamos em pormenor a economia portuguesa, que está a renascer das cinzas depois de ter estado perto do pior durante a crise da dívida.

1,5 milhões de portugueses em França 

(A final de domingo teve o sabor de um derby, uma vez que a comunidade portuguesa está estabelecida em França há várias gerações. Cerca de metade vive na região parisiense, nomeadamente em Essonne, Val-de-Marne e Seine-Saint-Denis. Uma comunidade muito numerosa vive também na Auvergne.

Expatriados franceses afluem a Portugal 

Nos últimos três anos, mais de 25.000 franceses (na sua maioria reformados) escolheram Portugal como novo lar, atraídos pelo estilo de vida descontraído do país, por imóveis 20 a 30% mais baratos do que em França... e pelas pontes douradas postas em prática pelas autoridades locais. Desde que residam no país pelo menos seis meses por ano - e não tenham sido residentes fiscais nos últimos 5 anos - os cidadãos europeus podem ser isentos do pagamento de impostos sobre os seus rendimentos provenientes do estrangeiro durante 10 anos. Certas profissões que trabalham no país (arquitectos, designers, advogados, quadros superiores, etc.) podem, ao abrigo das mesmas regras, beneficiar de uma taxa de imposto de 20% sobre os rendimentos gerais recebidos em Portugal! Os investidores extracomunitários também são mimados: um "Golden Visa" dá-lhes total liberdade de circulação no espaço Schengen, desde que se comprometam a investir 500 000 euros num imóvel português.

Turismo em expansão... especialmente de França 

De acordo com as autoridades portuguesas, mais de um milhão de franceses (num total de 10 milhões de turistas) visitaram o país no ano passado. E o entusiasmo não diminui: este verão, o sindicato dos operadores turísticos franceses (Seto) prevê um aumento de 40% nas reservas (voos + alojamento) dos franceses em relação a julho-agosto do ano passado. Com 480 voos semanais que ligam a França a Portugal, muitos deles de baixo custo, o destino é facilmente acessível.

Lisboa, a nova Barcelona

Primeira cidade a beneficiar do boom de expatriados e do turismo, a capital portuguesa é muito popular. Tanto mais que também está a ser alvo de um novo olhar. O seu centro histórico, outrora em estado de total degradação, está atualmente a ser alvo de uma reforma completa. Uma lei que congelou as rendas durante décadas, obrigando os proprietários a abandonar a manutenção dos seus edifícios, acaba de ser revogada.

De acordo com a Câmara Municipal, promotores imobiliários locais como a Stone - em associação com a empresa de marketing Athena Advisers - estão agora a trabalhar na renovação de secções inteiras da cidade. Isto também contribui para fazer subir os preços: espera-se pagar, em média, 3500 euros por m2 por um imóvel antigo e não renovado, e entre 4500 e 7500 euros por um imóvel renovado, consoante o bairro. Como símbolo deste boom, a cidade atrai cada vez mais investidores para arrendamentos de férias. No ano passado, 433 000 pessoas arrendaram através da Airbnb em Lisboa, contra 213 000 no ano anterior.

Os pastéis de nata, uma sobremesa tradicional de sucesso 

É a sobremesa tradicional portuguesa. Inventada numa pastelaria em Belém (bairro a oeste de Lisboa) - onde centenas de turistas acorrem todos os dias - a famosa tartelete de creme brûlée é confeccionada segundo uma receita secreta desde o século XIX. Mas isso não impediu que surgissem imitações um pouco por todo o país. Em todo o mundo e em França, várias marcas - incluindo o franchising Nata Lisboa, com sede em Paris - vendem atualmente a famosa tarte.

O campeão das rolhas

Portugal é responsável por quase metade da produção mundial de cortiça, estimada em 201.000 toneladas por ano pela Apcor, a associação portuguesa que representa o sector. Portugal possui 34% de montado de sobro, cuja casca fornece a matéria-prima. 70% da produção destinam-se à indústria vinícola, em particular às rolhas. Um total de 40 milhões de rolhas de cortiça são produzidas diariamente pelas 650 empresas portuguesas especializadas neste sector, que empregam cerca de 9.000 pessoas.

Cristiano Ronaldo, uma estrela mundial quase indestrutível

137,8 milhões de euros: é o valor estimado da transferência de Cristiano Ronaldo, avançado do Real Madrid e capitão da seleção portuguesa, segundo o Centro Internacional de Estudos Desportivos. No total, o valor da equipa portuguesa está estimado em 449,9 milhões de euros, o que a coloca em 6º lugar no Euro 2016, enquanto a França é a 2ª com 696,9 milhões (sendo Antoine Griezmann o jogador mais bem cotado com 120,2 milhões). Cristiano Ronaldo é também o segundo futebolista mais bem pago do planeta, a seguir a Lionel Messi (67,4 milhões de euros brutos por ano, incluindo patrocinadores, segundo a France Football), muito à frente do primeiro dos Bleus seleccionados para o Euro (o médio do PSG Blaise Matuidi, que vale 11 milhões de euros, segundo o L'Equipe).

Fonte

VAP Consulting

Os nossos consultores estão à sua disposição

Olá e bem-vindo à VAP Consulting. A nossa equipa terá todo o gosto em responder a quaisquer questões que possa ter.

Alimentado por WpChatPlugins
pt_PT